quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Traficando Informação (Alcoolismo)


18% dos homens com câncer assumem abusar do álcool
Levantamento feito pela Secretaria do Estado da Saúde mostrou que quase 20% dos pacientes com câncer admitem ter abusado do álcool ao longo da vida.
Um levantamento feito pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) mostrou que 18% dos homens com câncer assumem o consumo exagerado de bebidas alcoólicas.Dos 2,8 mil pacientes do Icesp que admitiram a postura,36% desenvolveram tumores na região da boca e garganta. De acordo com o diretor da instituição, Paulo Hoff, o hábito pode contribuir para a evolução da doença. "O consumo exagerado de álcool eleva as chances de desenvolver câncer de boca, laringe, esôfago, pâncreas e fígado. Além disso, pode aumentar o efeito carcinogênico de outras substâncias, principalmente o tabaco."
A pesquisa mostrou também que a postura está mais ligada ao sexo masculino do que ao feminino: apenas 4% das mulheres questionadas “assumiram” o hábito do alcoolismo.
Contra o câncer na região da cabeça e pescoço, a Secretaria da Saúde alerta para a importância do autoexame na boca em busca de caroços, ferimentos e manchas brancas, bem como a visita periódica ao dentista, que pode identificar com mais facilidade este tipo de problema.
Evitar o excesso de álcool e cigarro e manter uma alimentação saudável também são medidas simples no combate à doença.
A pesquisa ouviu 12,5 mil homens e 13,6 mil mulheres, atendidos entre agosto de 2008 e fevereiro de 2011 pelo Icesp.
O abuso no consumo de álcool e a dependência ao álcool é um problema que afeta mais de DEZOITO MILHÕES de americanos e mais de DEZ MILHÕES de brasileiros e representa o maior problema de saúde pública tanto no Brasil como nos Estados Unidos.

No ano de 1990 , nos Estados Unidos, foram gastos mais de CENTO E TRINTA E SEIS BILHÕES DE DÓLARES com problemas decorrentes direta e indiretamente do consumo de álcool, como acidentes, violência e perda da produtividade.No Brasil este  prejuízo  eqüivale  a  mais  de  5 % do  PIB, com um prejuízo superior a 15 BILHÕES DE DÓLARES ANUAIS  devido o alcoolismo.
ÁLCOOL É UMA DROGA!
Normalmente, quando pensamos na questão das drogas e no crescente impacto produzido por ela em nossa sociedade, nossa tendência é pensar imediatamente no universo, muitas vezes distante, das chamadas drogas "pesadas", como o crack, a heroína e, mais recentemente, o ecstasy. Mas, em nosso país, o grande vilão é outro, e bem mais próximo do que se imagina: o álcool. Para se ter uma idéia, o álcool é atualmente responsável por cerca de 85% de todas as internações psiquiátricas no Brasil (todas as outras drogas juntas respondem por apenas 15% dessas internações).
O alcoolismo é uma doença incurável, que não destrói somente a vida do indivíduo bebedor,mas todas as pessoas que convivem próximo do mesmo. Suas conseqüências são devastadoras, vai desde rompimento de relacionamentos sociais até a morte precoce do individuo. O álcool não faz uma pessoa doente, faz uma família doente.
A Biblia Sagrada diz:
-Somos o templo de Deus e nada que o contamine, prejudique ou o ponha em risco deve ser usado. I Cor. 3:16,17.
- O vinho e a bebida forte fazem errar e desencaminhar até o sacerdote e o profeta. Isa. 28:7, 8.   
-Há uma maldição para os que seguem a bebedice. Isa 5:11,e 5;22  e outra maldição para os que dão bebida ao seu próximo. Hab. 2:15.  - Pessoas dadas ao vinho são desleais, soberbas e não se contém. Hab. 2:5.
               
              “Traficando Informação”

Faça uma visita aos Alcoolicos Anonimos.Alguem precisa de uma mão amiga.